terça-feira, 30 de junho de 2009

MAPA DA TERRA


Este é o mapa topográfico da Terra,o mais completo elaborado até hoje.

Uma parceria entre a NASA e os japoneses.

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Um olhar

Será que o urso já é doutor por estár sempre a olhar para a TORRE

Um Abraço.

Dias

OBAMA INVADE O IRÃO



Com um dia de atraso,aqui fica o habitual artigo de domingo de Sérgio Ferreira Borges,publicado no Diário de Coimbra de ontem.
Acho que é uma belíssima peça e,desta vez Sérgio,estamos completamente de acordo.
Não te garanto a publicação nas próximas duas semanas,pois não estarei em Coimbra.Terás que ser tu a publicar directamente.
Um abraço.

NOITE DE SÃO PEDRO


Memória...
A memória de um velho é uma coisa tramada!
Há momentos em que,por causa de uma fotografia ou de uns "ditos",nos passa um filme na cabeça.Coisas que já não víamos há muitos anos,rostos de que já não sabemos os nomes,coisas conexas e desconexas,mas um bom filme.
Esta noite estive a "ver" o filme da minha rua,com mais de 50 anos de distância.
Lembrei-me das "fogueiras"...
Vivia então numa rua,aqui ao lado,que se chamava Oriental de Montarroio(veio a chamar-se António de Vasconcelos).Ao fundo da rua,no Largo da Manutenção,havia as "fogueiras" que eram motivo de grande alegria para a miudagem da rua.
Andávamos à solta!
Estas ruas eram habitadas por famílias,com muitos miudos e com tudo o que era hábito existir nesse tempo:mercearia,sapateiro,costureira,carvoeiro,taberna,barbeiro,fotógrafo,farmácia,padre,professor,

Era o que existia na minha rua...
Tentei lembrar-me dos meus vizinhos e dos miudos/as meus amigos.
A minha memória já não deu para todos,embora seja uma rua pequena.
Os que me vieram à memória:grandes senhores da "banca" como Carmelo Rosa e Montanha Pinto(Banco de Portugal),Mota Veiga(Banco Nacional Ultramarino),Saul de Sousa(Caixa Geral de Depósitos);o Inspector Escolar(não me recordo o nome);o padre Assis(um grande senhor da Gráfica de Coimbra);Vasco Ataíde(dono da Sapataria Guri,na Ferreira Borges);Cruz e Costa,dono da Farmácia(o Xico,da minha idade,faleceu há pouco e,nesse tempo,numa brincadeira de miudo ficou completamente queimado,na farmácia,quando despejou sobre ele um garrafão de ácido sulfúrico);o Vilares;o capitão Reinas;a família Pimentel;a casa do Borges(nela estudaram,por exemplo,o Manuel e o Jorge Anjinho);não digo mais nomes por não me lembrar de todos.
Não esqueço é que,no tempo das "fogueiras",andávamos à rédea solta,durante a noite!
E tudo isto porque um amigo me pediu uma opinião sobre um programa de televisão.
Quase há 15 dias,disse-lhe que a minha televisão "pifou".
Até hoje,ainda não lhe senti a falta!
"Foram elas,foram elas
que eu bem sei...."
O nome do senhor do Banco Nacional Ultramarino é Mota Dias.
As minhas desculpas.

domingo, 28 de junho de 2009

sábado, 27 de junho de 2009

RESTOS DO S.JOÃO


Um homem dorme na praia de Malvarosa de Valencia,após os festejos da noite de S.João.

Fotografia de Kai Forsterling/EFE

in 20minutos.es

PRIMEIRO MINISTRO


Não há notícia de que tenha caído da cadeira.
Porque é que,de repente,aparece outro?!
Dei-me ao trabalho de ler todas as notícias.
Todas me dizem que José Sócrates está vivo e em pleno exercício de funções.
Porque é que aparece um fulano a dizer que ele é que é?!
Talvez lhe falte "estaleca" para ser de todos os portugueses...

sexta-feira, 26 de junho de 2009

PLANO DE CARREIRA

Falando em currículo (vide o blog POESIA, do pedecaprino Rui Lucas), aviso que comecei minha vida profissional trabalhando em criação publicitária. Fui empre-gado, de carteira assinada e tudo, em algumas agências - na última me chamaram de diretor de criação, contra a minha vontade. Era redator e não queria ser nada além disso, apesar de fazer um monte de outras coisas no dia a dia da propaganda - da revisão dos próprios textos, um perigo para a Gramática, à criação e gravação de jingles, direção de fotografias, criação de embalagens - eu não fugia da rinha, mesmo não entendendo nada do assunto em alguns casos, nos quais, sinceramente, não fui tão mal assim. Pra mim tudo era aprendizado e divertimento. Apesar de meus conflitos ideológicos com relação à publicidade - acho que eu era o último combatente à sociedade de consumo nos estertores dos anos 70 - gostava daquilo. O que haveria em comum às duas profissões que exerci na vida? A máquina de escrever. Tanto nas agências de publicidade quanto nas bancárias, lidei com elas sempre com carinho, mesmo produzindo textos tão diferentes. Foram minhas namoradas, companheiras de angústia e tédio, criação e rotina, poesia e números. E isso acontece até hoje, quando descubro que demorei muito a entender o que os teclados queriam me dizer:
- Olha aqui, rapaz. Nós só imprimimos o que você quer escrever. Não adianta achar que vamos trabalhar por você. Portanto, pode bater à vontade nas letras com essas unhas antiecológicas. Mas não diga depois que a culpa foi nossa!

Esse é o engano de muita gente quando senta na frente de um “personal computer”. Acha que a maquineta vai resolver tudo, com alguns cliques em seus programas maravilhosos. Um dos que sabe que a coisa não é assim, meu amigo Zé Mei mandou-me um texto que esclarece muito bem um elemento administrativo nas empresas brasileiras, principalmente as estatais e o funcionalismo público: o Plano de Carreira. Só ouvi falar dele quando mudei de profissão e me mandei , em 1980 – quando? - pro litoral do nordeste brasileiro. Encontrei alguns turistas europeus em férias, empresários oportunistas e outros malandros perambulando naquelas areias paradisíacas, em busca de paz e fortuna fácil. Queriam continuar a nos vender espelhinhos. Cheguei lá antes do Michael Jackson. O que se ouvia nos rádios era música brasileira, forró e brega, Luiz Gonzaga e Waldick Soriano. Minha televisão era Black&White – até hoje prefiro o uísque. Vamos ao Zé Mei, que conhece o funcionamento do Cunhadão melhor do que ninguém:

“Um sujeito vai visitar um amigo deputado federal e aproveita para lhe pedir um emprego para o seu filho que tinha acabado de completar o supletivo do 1º grau.

- Eu tenho uma vaga de assessor, só que o salário não é muito bom...

- Quanto doutor?

- Pouco mais de 10 mil reais!

- Dez Mil!!!!???? Mas é muito dinheiro para o garoto! Ele não vai saber o que fazer com tudo isso não, doutor!!!! Não tem uma vaguinha mais modesta?

- Só se for para trabalhar na assembléia. Meio período e eles estão pagando só 7 mil!

- Ainda é muito doutor! Isso vai acabar estragando o menino!

- Bom, então tenho uma de consultor. Estão pagando 5 mil reais por mês, serve?

- Isso tudo é muito ainda, doutor. O Senhor não tem um emprego que pagasse uns mil e quinhentos ou até dois mil reais???

- Ter eu até que tenho, mas aí é só por concurso e é para quem tem curso superior, pós-graduação ou mestrado, bons conhecimentos em informática, domínio da língua portuguesa, fluência em inglês e espanhol e conhecimentos gerais, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Lei 8.112/90, Matemática e Raciocínio Lógico... além do mais, ele terá que COMPARECER AO TRABALHO de Segunda a Sexta...”

Salut!

Ps: Tá bom, minha senhora,essa piada é velha. Mas o que é novo nesse ramo?
Ps2: o "adress" do blog Poesia é:
http://poesia-aminhapele.blogspot.com/
Imagem pescada no blog Sinopse Inacabada, do irrequieto José Vitor Rack.
Endereço: http://sinopseinacabada.blogspot.com/

quarta-feira, 24 de junho de 2009

UMA RÁBULA DE S.JOÃO


A minha Zitita,há muito tempo que me diz:
Ó Bilinho,o palácio é uma seca!É desconfortável!
Faz lá uma sondagem,à populaça,e vamos prós coelhos...
Pensei nisso.Acho que a Zitita tem razão.
Nós não precisamos disto para nada,a nossa vida tem andado num volteio.
Resolvi ouvir a voz do povo!
Vou fazer duas perguntas,sim ou não,naquelas classes que não me deixam ficar mal...
Concorda que a democracia seja um monopólio dos partidos?
Prefere República ou Monarquia?
Ó Zitita,vamos embora prós coelhos.
Eles que se amanhem...
Boneco de oceano das palavras
Fogueiras do São João
O que elas vieram dar...

terça-feira, 23 de junho de 2009

A LOIRA


Foi-me impossível resistir a este boneco do kaos.

DESTE CORDA AO PARDAL?


Este é o verso final de um poema de Alexandre O'Neill a que ele,ou editor,deu o título de LEGO.
É quase um manifesto contra o mundo de plástico,que em tempos publiquei no POESIA.
Um bocadinho,diz assim:
"...
Mecânicas ovelhas,
na erva de plástico,
têm pastor de pilhas
e cão pré-fabricado.
..."
Mal ele imaginava como as palavras são actuais.
Quantos bandos existem hoje.
A quantos milhares de pardais,é preciso dar corda!

WASHINTON


Com fotografia do El País,sem comentários,aqui fica registada a tragédia do dia.
Ao que dizem,há 4 mortos confirmados.

segunda-feira, 22 de junho de 2009

TELEVISOR AVARIADO


O meu velho televisor(não tão velho quanto isso,suponho que tem cerca de 5 anos) pifou na 4ª feira passada.Como só o utilizo,neste "escritório",durante as minhas noitadas,só dei por isso na noite de 5ª.Como na 6ª tinha o dia ocupado,deixei-o ficar desligado e tentar,durante esta semana,arranjar uma vaga de tempo que me dê para tratar do assunto.
Durante estes dias,e estas noites,regressei à minha paixão de sempre:a rádio e a música.Também,com mais cuidado,leio os meus livros e os meus jornais de papel.
Tenho,também,muito mais tempo para conversar.
Antes,o coitado do televisor estava ali,mesmo à minha frente,e eu não lhe ligava meia...
Não sabia em que Canal estava,nem que programa estava a dar...
A doença dele foi tão boa para mim que,sinceramente,nem sei se o vou retirar daquele "estado" em que está...
Ainda não senti a sua falta!
Ao contrário do que podem pensar,nem a televisão on line tenho visto!
Tem sido um sossego.
Como o coitado do JVC está doente,mantive-lhe o direito de privacidade e não o fotografei.Por isso,fui buscar uma fotografia à net,que deve ser de um parente dele...
Amanhã,se tiver tempo,resolverei se o mando para o "hospital" ou para o lixo!

domingo, 21 de junho de 2009

Vitalão,Vitalino e os outros


Aqui fica o habitual artigo de Sérgio Ferreira Borges,publicado no Diário de Coimbra de hoje.

Desta vez,Sérgio,não estou de acordo contigo.

Quanto a mim,o PS faz falta à democracia e o que propões,no meu entendimento,é uma espécie de pena de morte!

Eu fiz parte daquele milhão que votou em Alegre para PR.Duvido que tivesse votado nele para PM...

Se tens alguma solução na manga,oferece-a aos teus camaradas aqui de Coimbra pois,pelo que vem nos jornais e nos blogues,eles andam às aranhas...

Um abraço.

CONFRARIA DO BOM APETITE









Já há uns tempos que não dou notícias da Confraria...
Também,este ano,não dei notícias da lampreia.
Preguiça de velho!
Vou tentar pôr as notícias em dia.O blogue até é o "órgão oficial" da nossa confraria.Acontece que,talvez por pudor,eu preferi não transformar o "sítio" numa coisa de come e bebes!
A nossa Confraria limita-se a ser um conjunto de amigos,de várias idades e profissões,que não tem aquelas vestimentas esquisitas,nem o "apoio" de Câmaras ou televisões.Qualquer dia,nem a "liga dos últimos" nos deixa utilizar o nome de Confraria!
Toda esta ladaínha,a propósito de uma lampreiada...
O ciclóstomo,ao longo das décadas,tem sido mal tratado.
Como é hábito,nas próximas autárquicas,alguém nos há-de prometer uma "escada de peixe"...
Como em tudo,por aqui fizeram há muitos anos uma "escada".Mas que nunca funcionou.Os degraus são demasiado altos e todas as espécies que sobem o rio para a desova,batem nos degraus e ficam por ali...
Até pode parecer uma promoção de trabalho e emprego,porque uma ou duas vezes por ano,nas televisões,aparecem uns cidadãos,com uns coletes reluzentes,a apanhar os animais para um balde e despejá-los depois dos "degraus"...
Bons amigos dos animais,pagos pelos nossos impostos felizmente e que,com o que vêem até se indignam!Devem pertencer aquele grupo "animalesco" que,quando viram Obama matar uma mosca em directo clamaram:Assassino!
Com toda esta prosa,lá se vai a reunião da "Confraria do Bom Apetite" na passada 6ª feira e que,fora de época,fez a sua lampreiada.
Os ciclóstomos foram capturados no tempo certo:finais de Janeiro/princípios de Fevereiro.Tiveram a morte honrosa habitual:foram congelados vivos.
Tivemos um pata negra para início de hostilidades.
O novo branco de Lamas,com 14,7º...
Seguiu-se o arroz de lampreia,confeccionado pelo confrade Rui que estava muito bom.Houve quem continuasse no branco(alto risco...) e quem optasse pelo tinto de Lamas(ambos produzidos pelo confrade Presidente).
Seguiram-se as sobremesas habituais,a que se juntou um bolo de aniversário deste velho(nesta Confraria,para fazer anos é preciso ir para fila de espera!Só agora é que me calhou o aniversário de Abril!)
Seguiu-se a música,sempre boa do confrade Carlos.
Lá acabámos todos bem(uns melhores que os outros...) e para a semana há mais.
Á vossa!

sábado, 20 de junho de 2009

O SOL



Continuo sem ter uma resposta a uma questão fundamental:
Foi o Criador que criou o Sol?!
Foi o Sol que criou o Criador?!
Será que Sol e Criador são o mesmo ente?!
Milhões de anos depois,a minha questão é mais prosaica:como se pode viver,com lucidez,depois de seis meses sem ver o Sol?
Mesmo em espanhol,o Sol é fonte de vida!
Fotografias de El País,es


sexta-feira, 19 de junho de 2009

BELGAIS


O que se está a passar com Belgais é uma vergonha!
É verdade que,há várias décadas,a cultura é tratada com a marreta.
Quando era muito jovem,tomei conhecimento de algumas obras de uma grande pintora.Chamava-se Vieira da Silva e era francesa.
Por essa altura,também conheci algumas obras de um poeta.Era Fernando Pessoa,por sinal português,mas os livros eram editados no Brasil e na Argentina.
Mais recentemente,sabemos o que se passou com José Saramago.
Agora,o grande desígnio,é expulsar Maria João Pires.
Haja vergonha!

quinta-feira, 18 de junho de 2009

FLIC - FLAC


Está na "ordem do dia".
Que saudades da Nadia...

BPP



Em 26 de Novembro,neste mesmo sítio,deixei estes bonecos.
E,na altura,até questionava:
Sabem quem manda naquilo?!
Passados estes meses,parece que ainda ninguém sabe...
Nem o engenheiro...

quarta-feira, 17 de junho de 2009

NA MOSCA!


Durante entrevista gravada para a tv americana, Obama foi perturbado por uma mosca e, sem a menor cerimônia, matou a pentelha. A mosca ainda é remanescente do enxame que se alimenta das merdas que o ex-presidente americano deixou na Casa Branca. Antes de assumir o poder, Barak Obama teve algumas lições com o Homem Aranha para aprender a matar dípteros esquizóforos ou pelo menos prende-las na grande teia americana.

OBAMA E OS CUCOS



Este tema foi-me sugerido após,durante uma hora,ter aturado um debate entre "opinadores" sobre o futuro político português depois das eleições europeias...
Lembrei-me dos cucos,os espreitas,os aproveitadores dos ninhos e dos ovos dos outros...
Não sei qual a razão,mas os "opinadores" são sempre escolhidos à direita e,um ou outro,tem episodicamente umas bicadas de esquerda.
Então dizia um que o país,assim,não pode avançar:bem ou mal,o PSD ganhou as eleições;o PP não passa de um pequeno grupo de amigos,dispostos a tudo,ávidos de poder;o PCP continua refém do estalinismo,da Coreia do Norte,de Cuba e da festa do Avante;o PS ainda não se soube libertar do seu pecado original:afirmar-se socialista!
Bem.Os "opinadores" andaram neste paleio,muito civilizado e democrático,durante 1 hora.
Lembravam sempre Obama:ele teve a clarividência de fazer a unidade de um povo e do mundo.Terá abdicado da ideologia.Sempre que Obama,segundo eles,fez um discurso ideológico foi obrigado a recuar.
Os "opinadores" concluiram que PS e PSD são obrigados a entender-se,num governo,para que Portugal tenha futuro!!!
Do BE diziam que é um pessoal bem vestido,atractivo,bonito,mas sem projecto político e sem aptidão para governo.É mais um grupo de jovens de "esquerda"...
É nestas pequenas coisas que os "opinadores",como os cucos,aproveitam os ninhos dos outros e atiram os ovos pela janela!
CU CO! CU CO!
Como sempre,esqueceram-se de dizer que o Imperador tem milhões para aquietar o Império,mas os presidentes de junta têm que "esmifrar" uns cêntimos...

terça-feira, 16 de junho de 2009

REFORMA DO ENSINO


Assim,ficamos a saber onde o Governo se foi inspirar para a sua "reforma do ensino"...
Com os "migalhães"distribuidos,quem precisa de professores ou de escolas?!
Ainda por cima,os "migalhães" não têm custos de saúde,de salários,de férias,de reformas e,melhor que isso,não fazem manifestações!!!

APOIOS


Talvez seja uma posição demasiado provinciana,ou estreita,da minha parte.
Mas,se eu apoiasse o Dr.Barroso para a presidência da Comissão Europeia,que argumentos válidos,políticos e coerentes,poderiam esgrimir para não apoiar o Dr.Santana Lopes à presidência da Câmara de Lisboa??!!

segunda-feira, 15 de junho de 2009

domingo, 14 de junho de 2009

O AVÔ CASTIGAS!


Aí vai o artigo dominical de Sérgio Ferreira Borges.

Suponho que,do que conheço,é o mais ácido para Vital Moreira.

Não vou tão longe,Sérgio!

Creio que VM vai ser um bom euro-deputado.Não deveria ter sido era cabeça de lista.Se o engenheiro não tivesse andado com ele ao colo,durante toda a campanha,os resultados seriam muito piores.

Tenho uma dúvida,semelhante à tua:o que é que isto tem a ver com 'socialismo'?!

O que é que os liberais italianos têm a ver com o PSE?!

A coisa está "preta"...

quinta-feira, 11 de junho de 2009

A MÚMIA


O monge budista Phra Khru Samathakittikhun,mestre de meditação,numa urna de vidro no templo de Wat Kunaram,na Ilha Koh Samui(Tailândia).
Fotografia de Rungroj Yongrit/EFE

terça-feira, 9 de junho de 2009

Fátima Campos Ferreira ou ... a desolação nacional...

Peço desculpa aos outros pesporrentes pela irracionalidade e a pela precipitação desta postagem. Mas é uma opinião que só a mim compromete.

Admiro imenso o trabalho da Fátima Campos Ferreira e, por isso mesmo, me entristeceu tanto o debate de ontem sobre os resultados das eleições europeias neste nosso país à beira-mar plantado, em que até as moscas se abrigam dias a fio dentro de flores à espera que a chuva passe!

O espanto começou logo por ver presentes os Senhores Bagão Félix e Santana Lopes. Mas como? Por alma de quem?
Um esteve à frente das Finanças, ou da Economia, ou lá do que foi e ... foi o que foi, apesar de todos podermos pensar que - coitadinho! - já encontrou tudo tão mal que nada podia fazer para "salvar" o país (resta saber das garras de quem para as garras de quem).
O outro, depois de - alegadamente, diga-se - deixar endividada  a Figueira da Foz e Lisboa, deixou o país tão endividado (com a ajuda do anterior iluminadíssimo senhor seu ministro) e tão atrapalhado que até um Presidente da República lhe teve de pedir delicadamente que se retirasse do Governo...

Conheço um Vereador que diz que "Felizmente o povo tem memória curta", mas ainda assim, a Dra. Fátima Campos Ferreira estuda os dossiers e seguramente tem quem lhos prepare muito bem. Não havia mais ninguém que pudesse comentar o assunto? Vamos pensar que foram os Partidos que os indigitaram para os representar,... mas também isto não poderá ser considerado estranho?... Mesmo num mundo pouco informado como o meu, acaso eu estivesse a debater o assunto, não deixaria de aludir ao facto de serem aqueles dois senhores responsáveis por diversas das actuais questões económicas e sociais que actualmente se atam num molhe a que chamam "CRISE".

NOTA: CRISE - molhe de questões que - nunca antes vistas ou faladas - caíram do céu, da Europa, do Mundo, quiçá via Internet, como um virus. Face a esta ameaça inesperada e impossível de prever e parar, dá-se alvíssaras aos Governos que, subsistindo-lhe, encontrem o antídoto e façam fortuna a vender o anti-virus. (este foi um à parte que eu transformaria em cartoon, se tivesse arte para tal... helas, terão que imaginar a coisa)

Mas a Dra. Fátima Campos Ferreira não questionou ninguém sobre o assunto... E o debate começou logo com as (sempre) bombásticas declarações do Dr. Santana Lopes segundo as quais "afinal (para o caso de não termos percebido) o Governo pode continuar a governar à vontade e não tem de passar a ter especial cuidado com as decisões que tomar daqui em diante". "Claro que a Dra. Manuela Ferreira Leite e o Dr. Paulo Rangel afirmaram isso no calor da noite". E da Vitória, eu teria dito, mas creio que ele foi tão polido e atencioso que só referiu "o momento".
Logo o Dr. Santos Silva aplaudiu o bom senso do seu adversário - que afinal até lhe estava a dar razão antes de ter de a exigir, e portanto ficaram amigos logo ali. A conversa continuou num tom tão polido e elevado que devem todos ter ido cear juntos no fim, já não para a "Portugália", porque já só tem novos ricos, ... ou talvez sim...

Pensar que tinham combinado tudo uns com os outros antes é maquiavelismo da minha parte, claro. Nem ouso pensar tal coisa, mas o resultado não deixa de ser triste...

Os senhores da Esquerda (aquela que ainda não é Centrão, mas parece que talvez lá chegue mais depressa do que se pensava) - que as câmaras se divertiram a exibir em momentos de cumplicidade -  lá esgrimiram os seus argumentos de forma cordial e com a mesma elevação dos seus adversários.

Em todos - mesmo na entrevistadora - se sentia a mesma falta de entusiasmo de quem está escondido à espera que páre a chuva e a ver de onde passará a soprar o vento...

ENTÃO ?!? ...