terça-feira, 19 de janeiro de 2010

QUANDO SE CONDECORA SEM DECORO E SEM CORAR...

Política - Santana Lopes condecorado com a Grã Cruz da Ordem de Cristo. - RTP Noticias, Vídeo

Acordo todos os dias com as notícias da manhã. E gosto. Mesmo se são mortos e feridos. Dá-me a sensação de estar viva e desperta para o que me rodeia.
E gosto de ser surpreendida. Cada vez menos há algo que nos surpreenda, porque se aposta no que previsivelemnte vai ser apreciado ou chocar, por isso, quase tudo é expectável: ou se sorri do dever de apreciar ou se torce o nariz do mau gosto no choque. Às vezes, aprecia-se ou é-se chocado genuinamente.

Confesso que esta notícia me surpreendeu. Mas não gostei.

Que as condecorações se passaram a dar aos amigos e já quase perderam valor... tudo bem. É expectável. Mas entristece-me pensar que é um facto assumido e divulgado como tal pelo presidente de todos os portugueses, aquele que dá o exemplo de ser português em Portugal.

O mesmo Presidente que criticou o mandato de um 1º Ministro, que até é do seu partido político, condecora-o assumida e abertamente com muita honra, por ser o único 1º Ministro que não tinha sido ainda condecorado após um mandato - criticável e com a duração de 6 meses - pelos bons serviços prestados à Nação e o outro vai e aceita a condecoração muito honrado com o facto. E tudo isto com a maior pompa e circunstância e sem se rirem pelo meio...

Serei só eu a achar isto estranho? E caricato? E ridículo? E impensável?
E se há mais gente a achar, ... Não seria o caso de dizermos a estes senhores que estamos aqui, que somos filhos de boa gente, e, por isso, sentimo-nos ?!?... Damos conta que está mal e não queremos mais, que já chega?!?...

6 comentários:

aminhapele disse...

Pois é,querida Maria.
Por vezes,talvez por safadeza de velho,penso que não são filhos de boa gente.
Nada tenho contra as famílias deles.
Mas continuam a ser figuras descartáveis,pagas por todos nós.
Nem um nem outro têm qualidade para nos representarem,como portugueses.
Sempre se poderá dizer:a maior parte dos outros também não!
Terás que acordar com as notícias,minha querida,e certamente ouvirás outras ainda mais chocantes!
Tenta absorvê-las como um chá matinal,relaxante...
Beijo grande.

Isabel disse...

Pois, com esta ninguém contava... De qualquer maneira foi indisfarçavel o pouco á vontade dos intervenientes. Mas o povo é sereno... assiste a tudo isto e a coisas mais graves e decisivas para o nosso futuro colectivo pacificamente, amorfos. É assim que estamos todos, sem energia, sem critica e tristes

Isabel disse...

E que tal este louvor por 4 dias de trabalho!?

Despacho n.º 26370/2009
Nos termos e ao abrigo no n.º 1 do artigo 2.º e no n.º 1 do artigo 3.º
do Decreto -Lei n.º 322/88, de 23 de Setembro, com a redacção que
lhe foi dada pelo Decreto -Lei n.º 45/92, de 4 de Abril, nomeio a
licenciada Paula Alexandre Cunha Coelho Ferreira para exercer as
funções de secretária pessoal do meu Gabinete, em regime de comissão
de serviço.
Este despacho produz efeitos a 26 de Outubro de 2009.
4 de Novembro de 2009. — O Primeiro -Ministro, José Sócrates
Carvalho Pinto de Sousa.
31262009
Despacho n.º 26371/2009
Exonero, a seu pedido, por ir exercer outras funções públicas, a
licenciada Paula Alexandre Cunha Coelho Ferreira das funções de secretária
pessoal do meu Gabinete, ao abrigo do disposto no n.º 1 do
artigo 3.º do Decreto -Lei n.º 322/88, de 23 de Setembro, sendo -me grato
evidenciar a forma extremamente leal, competente e dedicada como
desempenhou aquelas funções, bem como as excelentes qualidades
pessoais e profissionais.
Este despacho produz efeitos a 30 de Outubro de 2009.
4 de Novembro de 2009. — O Primeiro -Ministro, José Sócrates
Carvalho Pinto de Sousa.
31222009

mc disse...

Eles estão no mundo deles, um mundo de safardezas e de safardanas.
Eles conhecem-se, eles merecem-se, eles enternecem-se, eles premeiam-se, eles saboreiam-se...
Mas a nós enojam-nos.

E mais não digo para não mexer mais no entulho...

Manuela Curado disse...

Pensei o mesmo...mas como o mundo está, juguei ser única.
Primeiro revoltada e depois contristada encolhi os ombros...Que fazer?
Os jovens não pegam nas rédeas.
Não vejo neles, grandes sonhos, nem vontade de os consolidar.

cota13 disse...

As leis mál feitas têm que sêr cumpridas.
Que RAIO de terra é esta (Portugal).
Dias.