quinta-feira, 28 de junho de 2007

OS GÉMEOS


2 comentários:

moitacarrasco disse...

Os trigémeos Lech Walesa, Lech e Jaroslaw Kaczynski, participaram alegre e triunfantemente na fundação do Solidariedade. Mas, então, quem ganhou o Nobel foi, apenas, Walesa (1983). Carol Wojtyla, muito atento, lançava sua benção lá de Roma.
Os gémeos Kaczynski, contudo, e mais recentemente, desembaraçaram-se bem e galoparam, de tal modo, no mundo político da Polónia, que o sr Walesa, mais que sobejamente conservador e nacionalista, não conseguiu acompanhar-lhes a pedalada. E afastou-se, há pouco, da política, tal a pujança do ultra-conservador e ultra-nacionalista Partido da Lei e da Justiça, a coutada dos Kaczynski!
(Imagine-se a volatilidade e a falta de autonomia das palavras!)

“P’r’o negócio e p’r’as benesses... Tudo bem! Somos o 27” – terão dito em uníssono os manos Kaczynski -, “mas em matéria de família e costumes e tradições, aí vocês só serão, quando muito, 26”.
Se não disseram exactamente assim, remataram do mesmo jeito...

E lá seguem no seu galope desenfreado...

aminhapele disse...

De acordo.
Por alguma razão eu discordei do "boneco".
Ele estaria perfeito se a Madrasta fosse o Walesa...
Mas o "bonecreiro" terá tido as suas razões para "pôr" a Ângela!