sábado, 22 de dezembro de 2007

CARTA A UM AMIGO,GUERREIRO


Meu querido amigo:

Vou tentar dizer-te as palavras que não consegui soltar,há poucas horas quando nos encontrámos por breves minutos.

Choravas como uma criança e,como me conheces,senti-me obrigado a fazer dois esforços:ouvir o que dizias,entre soluços;não chorar contigo.

Por isso,nada disse.

Não tive coragem para te dizer fosse o que fosse.

Vou tentar fazê-lo,agora.

O teu jovem filho,19 anos,trava uma luta tramada contra o "caranguejo".

Tu,estás pior que feito num oito!

Dessa maneira,não conseguirás ajudar ninguém.

Talvez para mim,que não passo por elas,seja fácil dizer...

Habituaste-nos a ver em ti um exemplo de coragem,de dedicação,de solidariedade,de verticalidade.

Na tua profissão,de certeza que "ganhaste" inimigos.

Mas fizeste,incomparàvelmente,mais amigos.

Eu,e todos os amigos,queremos-te de regresso à vida.

Não tenho dúvida que tua mulher e tua filha sofrem da mesma ânsia que nós.

Não te desejo um Bom Natal,porque sei que não o podes ter.

Queremos-te de regresso à vida.

No nosso próximo encontro,talvez seja eu a chorar no teu ombro.

Sabes bem que os homens,porque são homens,choram.

Um grande abraço.

5 comentários:

Carreira disse...

Desejo um bom Natal ao autor do blogue e a todos os seus leitores.

José Carreira

(www.cegueiralusa.com)

Sei que existes disse...

Desejo que neste Natal, tu, o teu amigo e todos os que te são queridos, recebam tudo quanto necessitam para serem verdadeiramente felizes por toda a vida!
Beijo grande

al cardoso disse...

Lindo, parabens por entender tao bem esse seu amigo!

Votos de um excelente 2008, e que o filho do seu amigo venca o maldito animal.

Um abraco de amizade deste d'Algodres

Sei que existes disse...

Que este novo ano de 2008 e toda a tua vida, venha a estar recheada de optimos momentos de crescimento e felicidade interior,harmonia, amor,sabedoria e auto-conhecimento.
Beijo grande

aminhapele disse...

Infelizmente,o Miguel faleceu.