quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

DIREITOS HUMANOS


Aquela delegação líbia que por aqui passou,foi instalar-se de tenda e "bagagens" em Paris.
O Presidente foi criticado pelo acolhimento,demasiado caloroso,que terá dispensado a Kadafi e sua comitiva.
Sarkozy lá veio com a lengalenga:foi uma oportunidade única para encorajar o chefe líbio a trilhar o caminho dos direitos humanos.
Kadafi é que não gostou dessa desculpa "mentirosa" de Sarkozy e limitou-se a esclarecer:
"Não falámos desses assuntos.Somos amigos muito próximos e cooperámos.Estivemos a tratar de um contrato de 10.000 milhões de euros..."

1 comentário:

moitacarrasco disse...

Ora!
Pois se eles são feitos, todos, da mesma massa!...

A sabedoria popular lá diz que "mais depressa se apanha um mentiroso..."
É isso.