segunda-feira, 28 de maio de 2007

JORNALISTAS LACOSTES


Não há quem proteja o pobre do consumidor!

Agora somos diàriamente "invadidos" por um bando de jornalistas contrafeitos e não há ASAE que nos defenda.

Mas os "contrafeitos" têm direitos adquiridos e nada de respeitar os nossos direitos conquistados!

Ao menos dêem notícias,escrevam em português e "opinem" menos.

Será que já não havia pólos nas feiras?!

Só há "jornalismo" procurando a "vítima"?!

A Universidade que deu o Curso ainda existe?!

5 comentários:

moitacarrasco disse...

Que braveza!

Eu entendo...

Força!
Bravo!
mc

cego das névoas disse...

Magro pingo! Berbigão feliz! Espigueiro-não falando dos santos!
Seja ceguinho se percebi alguma coisa!
Quando fala de direitos não sei quantos, penso qu'é uma alfinetada na nossa Leninha. Quanto à universidade, foi a guidinha que me telefonou a dizer que já o atendia. De resto... Fiquei totalmente no escuro. (O nosso querido Eusébio que nos desculpe. E já agora não se esqueçam que existe o Hospital da Luz)
Vocês acham qu'é d'avançar para uma novena?
Respondam-me pelo amor de Deus
cn

linfoma_a-escrota disse...

é tal e qual assim, baseiam-se no que mais criticam os doutos jornalistas, valores noticia de desastre e desespero sem seker aprofundar as razões basilares para os acontecimentos que acumulam onde haja espaço, à pressa, só para não se ficarem atrás da noticia do concorrente do lado, politica externa, poukissima; em relação aos jornais é como a kestão dos criticos de cinema, acham-se supra-sumos da cultura mundial e modéstia é rara por estas bandas, com retórica de romance e adjectivação tentando escapulir-se ao cliché onde se inserem, só fragilizam a opinião publica que muitas vezes acha que "são assuntos muito dificeis para a minha cabecinha simples, para kê ler jornais", quando na verdade é o oposto, é só um elitismo mascarado de metafísico quando tantas vezes ainda nem aprenderam a apertar os atacadores sozinhos


WWW.MOTORATASDEMARTE.BLOGSPOT.COM

Tozé Franco disse...

Cá para mim os Lacostes são da Feira do Bairro Norton de Matos.
Um abraço.

Carreira disse...

Bem observado.O jornalismo está a sucumbir perante o panfleto fácil.