quarta-feira, 8 de outubro de 2008

PARGOS




Isto de ser velho tem algumas desvantagens...
Cheguei a casa um bocadinho tarde,depois de almoço,porque o meu amigo Jorge fez anos(falaremos disso amanhã,ou depois) e eu,com outros amigos,fomos ajudá-lo a comer um belíssimo javali.Cheguei a casa às 8 da noite!
Acontece que amanhã,ao almoço,tenho convidados dois amigos que,por razões de horários,é difícil juntar.
Então,por facilidade para todos,o almoço é em minha casa.
E por hábitos antigos,quando se trata de peixe ou marisco,sou eu o cozinheiro.
Assim,não tive direito a descanso...
Os pargos que iremos comer estavam tranquilamente,a noite passada,a passear ao largo de Peniche.O mais pequeno,quando chegou aqui,ainda estava vivo.
Depois do javali,tive que amanhar e preparar os pargos...
Amanhã,tenho que me levantar de madrugada,pôr os pargos no forno e ir assando lentamente,com umas batatinhas.
À 1 e meia chegarão o António(fotógrafo e especialista do "Bom ano,companheiro") e o João(especialista em relações internacionais - internas e externas).
Já tenho as coisas preparadas,até uns queijos para entradas e uns Montecristo para saídas.
Quanto a vinhos não digo nada,mas são muito bons.
Até amanhã.

3 comentários:

Lilás/Beth disse...

E que beleza este amoço será!
Adoro peixes e o pargo é um deles.
Então vais fazer no forno com batatas.
Hummmm, muito bom e até light.
Os vinhos, realmente não precisa se preocupar, afinal Portugal tem muitos e excelentes.
Também tomarei um Porto este final de semana, presente do maridex.
Um bom almoço junto aos amigos queridos!
abraço carioca

Tozé Franco disse...

A coisa promete...
Um abraço.

Anónimo disse...

E não se engasgaram?
E acha bem deixar aqui uma criatura a augar?
E nunca lhe lembraram que há o pecado da gula?
E nunca lhe disseram que provocar a inveja ou a gula dos outros dá direito a churrasco no cabo dos infernos?
E goza-se assim, e provoca-se desse jeito uma criatura que não pode zarpar e 10 minutos depois sentar-se também nessa mesa onde só há coisas que não prestam?

Vou meter uma cunha ao cego das névoas e ao sr engenheiro que treinou os passaritos para lhe encomendarem uma repreensão divina com a obrigação de repetirem a "façanha" para os ausentes, mas com suficientemente dilatado prazo de aviso...

Não se faz a um filho de Deus que não merecia tamanha afronta!

mc